BOA GOVERNANÇA: Coordenador da Interlegis ressalta que parlamentares devem ter transparência e equidade

Programação desta quinta, na 25ª Unale, contou com painéis sobre atuação parlamentar e trabalho dos servidores do Legislativo / Foto: Marley Lima /

As perspectivas da nova legislatura nos Parlamentos Estaduais e o futuro tecnológico e seus impactos para o papel dos legisladores foram discutidos nos painéis apresentados no segundo dia de programação da 25ª Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, ocorrida na manhã desta quinta-feira (10), na Arena de Pernambuco, Região Metropolitana do Recife.

A importância da capacitação voltada ao mandato parlamentar foi tema da palestra de Luiz Fernando Machado, coordenador-geral do ILB/Interlegis, do Senado Federal. “Quem investir e fizer uso das novas tecnologias, ficará fadado ao sucesso. O parlamentar deve dotar-se de transparência, equidade, prestação de contas e seguir as leis, que são os pilares da boa governança”, afirmou.

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Soldado Sampaio (Republicanos), acompanhou a programação e destacou a atuação do Poder Legislativo no encontro.

“A nossa bancada roraimense se fez presente aqui na 25ª Unale, os deputados participando de maneira efetiva dos painéis apresentados pelos especialistas, demonstrando compromisso ao se envolverem na discussão. Temas atuais, principalmente quando se trata do papel do Parlamento Estadual. Nossa Mesa Diretora tem primado pela transparência nas ações, aproximando o Legislativo da sociedade”.

O tema “Cidades Inteligentes” foi assunto de uma das mesas-redondas da Conferência Nacional da Unale. O deputado Coronel Chagas (PRTB) conferiu a programação e destacou o compartilhamento das soluções tecnológicas que viabilizam a implantação dessas cidades em outras localidades.

“Nós acabamos de assistir a uma palestra sobre cidades inteligentes, a exemplo de São José dos Campos [São Paulo], considerada a quinta melhor cidade para se morar no país, com políticas públicas que servem de modelo para serem implementadas em outros estados”, avaliou.

As “Perspectivas da Nova Legislatura nos Parlamentos Estaduais” também foi tema de um dos painéis apresentados nesta quinta-feira. Para o palestrante Humberto Martins, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Fundação Dom Cabral, os recursos midiáticos são subutilizados.

“Nós estamos no calor do início da nova legislatura, com muitos novatos que vão iniciar o trabalho parlamentar e numa circunstância histórica incomum que é a sociedade em rede, muito vigilante com respeito ao funcionamento das legislaturas e do mandato parlamentar. Como líder, o parlamentar deve se capacitar e fazer uso das ferramentas tecnológicas. E é justamente este tema que nós procuramos mostrar nesse painel, a capacitação para que o exercício do mandato parlamentar seja de excelência, tenha o seu valor e que agregue mais para os que o elegeram, afinal ele é o representante do povo”, ponderou.

Para a deputada Lenir Rodrigues (Cidadania), os painéis não servem apenas para o Legislativo, mas são uma orientação para a própria vida. “Os painéis estão conectados entre si, uma ferramenta importante para que os novos parlamentares possam se subsidiar e aprender como funcionam os outros sistemas em outros estados”, salientou.

O deputado Gabriel Picanço (Republicanos), que é vice-presidente da Unale na Região Norte, ressaltou que o Parlamento vive um momento de reorganização. “Essa renovação é importante para a democracia, mas os parlamentares devem ter ciência de que devem se capacitar porque a população cobra uma boa atuação. A Unale, que é sempre inovadora, proporciona a nós, parlamentares, adquirir conhecimento para levar para nossos estados. Cada palestra dessa engrandece nossos currículos”.

LEO DAUBERMANN
Categoria:Política

Deixe seu Comentário