Aluna de curso livre do Senac desbanca graduadas em entrevista de emprego

4
Rayla Nascente Paiva conseguiu um emprego como recreadora infantil ainda na primeira semana do curso de “Técnicas e Práticas de Lazer e Recreação” / Foto Senac-RR /

O despertar para essa profissão foi bem cedo: Rayla Paiva, 22, cuidou de seu sobrinho durante muitos anos, enquanto sua irmã trabalhava. “Desde então despertou um desejo em mim de trabalhar nessa área, não só na parte da diversão, mas na disciplina e na educação da criança”.
 
A certeza veio no seu segundo emprego, em um clube para crianças no shopping: ela reparou que o que fazia as crianças voltarem não eram os brinquedos, mas o atendimento dos recreadores. “Eu percebi que aquilo era minha paixão”.
 
Apesar de já ter um pouco de experiência (ela fez alguns bicos depois desse emprego), ela queria um curso na área, para que seu currículo tivesse mais credibilidade.
 
Então uma amiga sua lhe enviou o quarto edital de cursos gratuitos do Senac Roraima, aberto em outubro deste ano, no qual constava o “Técnicas e Práticas de Lazer e Recreação”. “Eu não pensei duas vezes: separei meus documentos e me inscrevi”.
 
Com apenas uma semana no curso, ela soube de uma vaga em um espaço de recreação e foi selecionada para a entrevista.

Quando ela chegou, notou que estava entre pessoas muito preparadas: dentre as cinco concorrentes, duas eram graduadas em “Pedagogia” e uma tinha até pós-graduação em relacionamento com portadores de necessidades especiais.
 
Mas ela fez o possível para transparecer confiança. Deu certo: uma semana depois ela foi selecionada, por ter o requisito principal (técnicas de recreação e lazer) que as outras concorrentes não tinham.
 
Rayla está adorando o novo emprego, com crianças de 2 a 12 anos; e iniciou um projeto paralelo com recreação a domicílio e em aniversários infantis e de adulto.

Algumas das suas atividades são gincanas, pinturas faciais e figuras com balões, e ela já tem dois aniversários agendados para trabalhar como autônoma.
 
“Eu aplico tudo o que aprendi no curso do Senac, que acabou no dia 18 de outubro. Aprendi a lidar com todo tipo de criança. Não tem uma receita certa, mas tem as técnicas que te levam a isso, e o curso me proporcionou essas técnicas”, concluiu.
 
NAYRA WLADIMILA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA