SAÚDE: Idosos participam de atividades físicas em casa

8
Projeto Home Fitness estimula o bem-estar e a saúde física e mental da turma da terceira idade / Foto: Cláudia Ferreira /

Mesmo com as limitações durante a pandemia de covid-19, o grupo de convivência de idosos atendidos na Unidade Básica de Saúde Aygara Motta, no Cidade Satélite, não paralisou suas atividades, que passaram a acontecer de forma remota através do projeto Home Fitness. As aulas acontecem com o auxílio dos profissionais de saúde da unidade, por meio de um aplicativo de videoconferência.

O projeto desenvolvido na UBS acontecia de forma presencial há quase dois anos, voltado tanto para idosos como adultos e crianças atendidos na unidade, além de hipertensos e diabéticos. Mas, com a chegada da pandemia e o isolamento social, as atividades tiveram que ser paralisadas. Nesse período, foi trabalhado com os idosos a saúde alimentar, física e emocional.

“Após monitoramento percebemos que alguns integrantes do grupo estavam ganhando peso e apresentando quadro de pressão alta, diabetes descompensada e saúde mental fragilizada. Levando em consideração essa problemática, tivemos a ideia de lançar o projeto Home Fitness, com a realização de atividades físicas on-line”, destaca a diretora interina da unidade, Juliana da Silva Barroso.

A profissional de educação física, Natally Santos, promove as atividades na praça próximo à unidade e os idosos acompanham de casa. “Percebemos que as atividades presenciais traziam muitos benefícios, não só o físico, mas mental também, alguns deles tinham casos de depressão e mudaram bastante e eu fico feliz de poder contribuir com esse trabalho que temos notado os resultados a cada dia e aula”.

Maria Barros, de 63 anos de idade, diz que não perde uma aula e que a atividade a faz muito bem. “Para mim é ótimo, para saúde e bem-estar, sempre me exercitei e quando soube das atividades do posto eu fui atrás. Com a pandemia, eu passei a me exercitar aqui mesmo em casa”.

A companheira de atividade dela, dona Maria Rodrigues, 55, recomenda as aulas para todas as idades. “Nós fazemos e acompanhamos direto as atividades, tanto na praça, quando tinha presencial, e agora em casa. Recomendo a todos, tanto idosos como jovens para se exercitar. Se ficar parado enferruja”.

Atividades – as atividades acontecem sempre às terças e quintas-feiras, às 8h, com a professora na praça do bairro próxima à UBS. Os idosos acompanham de casa pelo celular. Participam do grupo mais de 20 idosos, diabéticos e hipertensos. Além da profissional de educação física, o projeto é acompanhado por uma nutricionista que está realizando um mapeamento nutricional dos participantes.

Projeto – desde março deste ano, o grupo iniciou uma proposta de trabalhar a saúde nutricional como forma de combater ainda mais o sedentarismo e tentar reverter situações de sobrepeso e obesidade identificado em 20 pacientes do grupo, através da atividade física e da orientação para autocontrole de calorias ingeridas.

Com a pandemia, as atividades foram suspensas uma vez que o público-alvo é grupo de risco e a UBS passou a ser referência para o atendimento da covid-19, e a atividade de promoção à saúde foi temporariamente desativada. Em julho, a equipe da unidade de saúde decidiu retomar as atividades de forma remota, com o projeto Home Fitness.

JAMILE CARVALHO

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA